Blog para loja virtual: Como extrair todo o potencial deste canal

Tempo de leitura: 14 minutos

Existe um momento que estabelecer uma nova forma de se comunicar com o seu público é essencial para aumentar os resultados das suas estratégias de marketing digital. Por isso, se você está com dúvida se deve ou como montar um blog para o seu e-commerce, nesse artigo separei os principais passos que você deve seguir para sua estratégia de conteúdo e melhorar o desempenho do seu trabalho.

Por que ter um blog para sua loja virtual

Além do blog se tornar um canal de comunicação e fidelização dos seus clientes por conta do desenvolvimento de conteúdos que sanem as dúvidas e dores que possuem, esse veículo é um ótimo caminho para o aumento de tráfego orgânico e audiência da sua marca.

Benefícios de utilizar o blog para o seu E-commerce

  • Aumento do tráfego orgânico
  • Redução no CPL (custo por lead) e CAC (custo por aquisição de clientes)
  • Fidelização dos seus clientes

Estatísticas de por que iniciar um blog para sua loja virtual

Gosta de dados? Aqui estão algumas informações que podem te ajudar nessa tomada de decisão na hora de iniciar um blog.

  1. Sabia que 67% dos e-commerces já utilizam marketing de conteúdo? (Fonte)
  2. Para 58% dos profissionais de marketing, um conteúdo escrito é o tipo de conteúdo mais importante, superando formatos de visuais e de vídeo. (Fonte)
  3. As estratégias e ações de marketing de conteúdo produzem 3X mais leads por dólar investido (Fonte)
  4. Para os profissionais de marketing, 72% consideram que conteúdo é mais eficaz do que anúncios.
  5. Dos profissionais de marketing, 82% que possuem um blog tem o ROI positivo para o Inbound Marketing. (Fonte)
  6. Para otimizar as suas ações, 49% dos profissionais de marketing estão estruturando o conteúdo para acompanhar a jornada de compra do seu cliente. (Fonte)
  7. 81% dos profissionais de marketing consideram aumentar o uso de conteúdo escrito.
  8. A periodicidade dos conteúdos é muito importante, por isso, 82% das empresas que publicam diariamente, conquistaram novos clientes através deste canal, contra 57% que postam mensalmente. (Fonte)

Quais são os erros que você deve evitar

Existem outros pontos, mas esses são os principais que você deve se atentar:

  • Não estabelecer metas e objetivos para sua estratégia de conteúdo;
  • Deixar de documentar as informações do seu marketing de conteúdo;
  • Construir a buyer persona de forma errada ou não criá-la;
  • Elaborar conteúdos que não se comunique com sua buyer persona (Comum em textos genéricos);
  • Falta de periodicidade nas postagens dos seus conteúdos;
  • Não mensurar os resultados da sua estratégia de conteúdo;

Quais passos você deve seguir para montar o blog para meu e-commerce

  • Planejamento
    • Metas e Objetivos
    • Personas
    • Responsabilidades
  • Montando um blog para sua loja virtual
    • Domínio
    • WordPress
    • Tema do blog
    • Plugins
  • Ferramentas de marketing digital
    • Google Tag Manager
    • Google Search Console
    • Google Analytics
    • Automação de marketing
  • Aumente a captação de leads
    • Espalhe CTAs
    • Insira formulários
    • Produza materiais ricos
  • Estruturando os conteúdos para o seu blog
    • Escolha das pautas
    • Se comunique com sua persona
    • Levantamento de palavras-chave
    • Produza com técnicas de SEO
  • Expanda os seus canais
    • Compartilhe nas redes sociais
    • Utilize o Facebook Ads
    • Faça ações de co-marketing
  • Mensurando os resultados
    • Plano de mensuração de dado
    • Quais são as KPIs e Métricas que devo acompanhar
    • Como montar meu relatório de acompanhamento (Google Data Studio)

 

Planejamento para o seu blog

Montar um planejamento para o seu blog é fundamental, muito pensam que é só sair fazendo conteúdos aleatórios para pessoas aleatórias, por isso é muito importante que nessa etapa você mapeie todos os pontos com sua equipe, caso apenas seja você, o responsável por essa ação, siga os mesmo passos:

Metas e Objetivos

Já me esqueci da quantidade de vezes que falei sobre metas e objetivos aqui dentro do nosso blog. Ela é uma etapa muito importante, pois a definição dessas informações influenciará em 100% no plano de ação da sua estratégia.

Se sua empresa já possui essas informações mapeadas, apenas faça uma adaptação de como suas ações de marketing de conteúdo ajudaram na melhoria dos resultados. Mas se ela ainda não possui, utilize o conceito SMART, para definir suas metas e objetivos.

Personas

Um das ações importantes antes de sair produzindo para o seu blog é fazer a criação da buyer persona do seu negócio. Ao construir e documentar essa fase, você conseguirá se comunicar da maneira correta em seus conteúdos, tanto acompanhando a jornada de compra quanto anulando qualquer objeção no momento de compra.

Responsabilidade

Dentro de qualquer projeto ou novas implementações é fundamental que seja organizada as ações por prioridade, prazo e responsáveis. Por isso crie uma forma de gerenciar suas tarefas, seja por uma planilha no excel ou até mesmo em um software para gerenciamento de tarefas.

Montando um blog para sua loja virtual

Agora vamos a parte prática para montar o blog para o seu e-commerce.

Domínio

Existem muitas lojas que optam por escolher outro domínio para o seu blog, relacionado ao segmento de atuação, por exemplo: Uma loja de moda, escolher o domínio

dicasdemoda.com. Meu conselho é utilizar o próprio domínio da sua loja, apenas adicionando um subdiretório para o seu blog. Ficaria: minhalojademoda.com/blog, isso ajuda tanto no ranqueamento do google, pois seu domínio já possui relevância no buscador, quanto na mensuração dos resultados no seu google analytics.

WordPress

O wordpress é o melhor gerenciador de conteúdo para quem deseja fazer um blog para loja virtual, pois você possui a autonomia para alterar qualquer coisa de uma maneira mais simples em comparação com as demais opções do mercado.

Tema do blog

Na hora de escolher ou desenvolver um tema personalizado para o seu blog, siga as boas práticas, como por exemplo, um layout que seja responsivo, ou até mesmo, um código HTML que siga as principais diretrizes para SEO.

Plugins

Para dar um upgrade nesse novo canal, você precisará de pequenos plugins para otimizar a performance das suas ações.

  • Yoast: Ideal, pois te ajuda a seguir as boas práticas para SEO, principalmente para os iniciantes.
  • Discus: Evita SPAMs em seu blog e também cria uma boa interação com os leitores. Esse é um ótimo plugin de comentários no wordpress.
  • OneSignal: Às vezes existem leitores que desejam sempre se manter atualizados com os conteúdos publicados em seu blog, essa é uma boa opção para enviar notificações das novas publicações.

Ferramentas de marketing digital

Como padrão em diversos projetos que realizei, a primeira tarefa que você deve fazer ao colocar seu blog no ar é implementar e configurar suas ferramentas de marketing digital. Isso facilita em diversos aspectos, pois você terá os dados computados desde o início das suas estratégias e também conseguirá corrigir a rota ao longo da sua estratégia.

Google Tag Manager

Uma das melhores ferramentas que o Google criou nos últimos anos, ela dá autonomia para a equipe de marketing que não entende tão bem linguagens como: HTML, Javascript e etc. Além disso, o GTM, facilita futuras implementações em seu site, como: eventos para monitorar o comportamento dos usuários e demais ferramentas de marketing digital, como o próprio Google Analytics. Um dos pontos mais positivos do Google Tag Manager é que ele centraliza tudo dentro de um único Script, evitando assim a poluição do código que acaba afetando na velocidade do seu site.

Google Tag Manager: Aprenda a utilizar essa ferramenta

 

Google Search Console

Outra ferramenta que deve estar dentro das suas implementações é o Search Console ou antigo webmaster tools do Google. Com ele você conseguirá fazer as otimizações necessárias para o SEO do seu blog e também monitorar os resultados orgânicos da sua estratégia de conteúdo.

 

Utilizando o Google Search Console

 

Google Analytics

A ferramenta mais importante de marketing e menos explorada pelos profissionais de marketing. Com essa solução do Google, você conseguirá acompanhar as visitas do seu site, as conversões de leads e também entender a performance geral do seu blog.

Obs: Aconselho a utilizar o mesmo analytics do seu e-commerce, pois conseguirá acompanhar toda a jornada dos clientes que vieram através deste canal.

Google Analytics para E-commerce: Saiba como implementar e usar

 

Automação de marketing

Em qualquer projeto de marketing de conteúdo é essencial que exista um software para fazer o gerenciamento e gestão dos leads que forem captados dentro do seu blog, pois isso facilitará no trabalho de nutrição da sua base.

Existem diversas opções no mercado como RD Station, Hubspot, Mautic, entre outras.

Ferramenta de Automação de Marketing

Aumente a captação de leads

Assim que você começar a receber tráfego dentro do blog da sua loja virtual, você se perguntará: mas só isso já basta para trazer leads para a base? Não você deverá fazer a implementação de alguns itens.

Espalhe CTAs (Call-to-actions)

Os call-to-actions são as famosas “chamadas de ação”, elas influenciam os usuários a realizarem uma determinada ação, seja por um gatilho mental, uma copy bem feita ou até mesmo utilizando a psicologia das cores. Com esses CTAs, você pode incentivar os usuários a se inscrever em sua newsletter, clicar em um banner para uma promoção ou até mesmo fazer o download de um ebook.

Insira formulários

Os formulários são importantes, pois com eles você conseguirá fazer a captação desse visitante, transformando em lead, trabalhando em sua estratégia de nutrição como também gerindo uma base mais interessada em sua marca.

Produza materiais ricos

Os materiais ricos trazem grandes benefícios para as lojas virtuais, pois evitam a necessidade de apenas incentivar os usuários com base em cupons de desconto que faz a sua margem de lucro ser reduzida. Além desse benefício interno, você entregará um conteúdo de qualidade para os clientes da sua empresa, assim formando uma base de clientes mais fiel.

Estruturando os conteúdos para o seu blog

Agora chegou a hora de botar a mão na massa e produzir conteúdos que encantem os seus futuros clientes.

Escolha das pautas

Em conjunto com a sua equipe, estabeleça quais são os assuntos mais relevantes para sua audiência, para facilitar essa etapa, realize uma pequena entrevista com os clientes fiéis da sua empresa.

Levantamento de palavras-chave

Para enxugar os temas, faça o estudo de palavras-chave para saber qual o potencial de alcance o seu conteúdo terá nos buscadores, siga o passo a passo:

Keywordplanner: Nessa ferramenta do Google, você conseguirá saber a demanda com base nas palavras-chave que utilizará em seu conteúdo.

Ubersuggest: Legal, já sei o tema e fiz o levantamento das palavras-chave, mas você pode ter mais insights para diversas pautas. Utilize a ubersuggest para encontrar variações com base nas palavras-chave das suas pautas.

Se comunique com sua persona

É fundamental que na hora que começar a produzir o seu conteúdo, você escreva diretamente para a sua buyer persona com o objetivo de sanar as suas dúvidas e também despertar as suas dores para elaborar um conteúdo de maneira mais efetiva, você pode adotar os gatilhos mentais.

Produza conteúdo com técnicas de SEO

O principal objetivo de um blog é aumentar o tráfego orgânico de um site, por isso na elaboração do seu texto, lembre-se sempre de seguir as boas práticas de SEO utilizando as palavras-chave dentro do seu conteúdo de maneira natural, trabalhar com semânticas, linkagens dentro do conteúdo e etc.

Saiba mais sobre técnicas de SEO

10 técnicas de SEO que devem ser aplicadas no seu conteúdo

Expanda os seus canais

Nem só da busca orgânica se faz um blog, por isso é essencial que você expanda o seu alcance para novas audiências e de maneira segmentada.

Compartilhe nas redes sociais

As redes sociais são ótimos canais para expandir a sua audiência e também ganhar uma pontuação extra no Google, chamado “relevância social”, por isso sempre quando produzir um conteúdo em seu blog, nunca se esqueça em compartilhá-los nas redes sociais da sua empresa.

Utilize o Facebook Ads

O Facebook sem dúvida é a maior rede social do mundo, mas o seu alcance orgânico é muito ruim, por isso você deverá fazer investimento de mídia com o objetivo de aumentar o alcance dos seus conteúdos. O Facebook Ads é muito bom nisso, pois você consegue alcançar uma audiência segmentada com base em interesses e comportamentos e outro ponto positivo é que dependendo da segmentação, o Facebook se torna uma mídia bem barata de se investir.

Faça ações de co-marketing

Outra forma de expandir a sua audiência é elaborar conteúdo com os seus parceiros através das ações de co-marketing. Se você ainda não conhece essa ação, pode dar uma conferida em um artigo que falamos só sobre esse tema, veja aqui:

O que é co-marketing?

 

Mensurando os resultados

Hoje em dia não há limites para a mensuração de informações tanto online quanto offline, por isso é essencial que você como responsável ou integrante das ações de marketing, seja bem antenado nesse assunto.

Plano de mensuração de dados

Muitos profissionais da área sempre entram em pane na hora de analisar os seus resultados, pois não fizeram o plano de mensuração dos seus resultados. Tá, mas o que é esse plano afinal? O principal motivo de se ter um plano de mensuração é entender quais são os principais objetivos do seu negócio, por exemplo:

Em seu e-commerce, você possui um clube de assinaturas que é um sistema de receita recorrente mensal e seu principal objetivo é que esse serviço ganhe mais aderência dos demais clientes da sua loja virtual.

Por isso você vai acompanhar alguns KPIs para saber se suas estratégias estão dando certo, como crescimento de novas assinaturas, número de assinantes que fazem o pagamento mensal e etc. Após os indicadores chaves, você conseguirá explorar as métricas para entender esse comportamento por origem de tráfego, dados demográficos e etc.

Quais são as KPIs e Métricas que devo acompanhar

No momento que estiver montando o seu plano de mensuração é extremamente importante que você defina os KPIs e métricas que irá acompanhar ao longo da sua estratégia. Alguns dos exemplos é a mensuração das seguintes informações:

  • Conversões
  • CPL (Custo por lead)
  • CAC (Custo por aquisição de clientes)
  • Tráfego por origem

Como montar meu relatório de acompanhamento

Está com dúvida de quais informações colocar dentro do seu relatório e de que forma fazer o acompanhamento diário ou mensal da sua estratégia de conteúdo? Você pode utilizar o próprio Google Analytics ou também Google Data Studio que é mais voltado para a elaboração de relatório de marketing. Para tirar mais duvida leia nosso conteúdo sobre relatório de marketing digital:

Como montar um relatório de marketing digital

 

Para mais dúvida não se esqueça de deixar o seu comentário e se gostou não esquece compartilhar esse conteúdo nas redes sociais, abraço.