Por que utilizar um Marketplace?

Tempo de leitura: 5 minutos

Se você gerencia ou é proprietário de um e-commerce não pode deixar de utilizar os marketplaces disponíveis ao seu favor. Caso você nunca tenha ouvido o termo, vamos explicar.

O marketplace trata-se de uma plataforma online para comercialização de produtos e o seu grande diferencial, se comparado ao e-commerce, é que ele abriga diversas marcas e empresas diferentes em um único ambiente, possui os meios de pagamento preparados onde o lojista precisa apenas realizar o upload do seu produto.

Existem diversas plataformas de marketplaces disponíveis no mercado. Neste post falaremos de algumas delas, vamos nos aprofundar um pouco nos alguns casos de utilização e quando são indicados a serem utilizados.

Em muitos casos, o empreendedor começa pela utilização do marketplace, sem possuir um e-commerce online. Geralmente quem adota este caminho está explorando o potencial de venda de um determinado produto, o ponto negativo é que você fica fadado a um único canal, sem ter total controle sobre as ações de marketing necessárias em alguns casos.

Marketplace Visão Geral

Que tal termos uma visão geral de como um marketplace pode ajudar no aumento de vendas da empresa? Vamos para alguns exemplos abaixo:

Comissionamento

Sim, se você tinha dúvidas sobre o custo do marketplace não terá mais. A maioria dos marketplaces existentes no mercado cobra por comissão, ou seja, em cima do volume de vendas que você realizar. Sendo assim, haverá uma porcentagem será direcionado para a plataforma.

Os valores podem variar de acordo com o segmento que a empresa atua e produto. Geralmente os valores giram em torno de 3.5% até 10%.

Intermediador de Pagamento

Os marketplaces já possuem toda a estrutura pronta para que você possa divulgar o seu produto. Em relação aos sistemas de pagamento, eles possuem os mais diversos disponíveis no mercado, tais como: Pagseguro, Bcash, Moip, Paypal e etc…

Portanto, você terá uma facilidade a mais para realizar as vendas dos seus produtos.

Prazo de Entrega

O prazo de entrega é estipulado por cada marketplace da sua maneira, os prazos podem variar de 2 até 40 dias após a postagem.

É preciso consultar cada marketplace e suas políticas de entrega para que assim, consiga estar alinhado com essa informação e passá-la corretamente ao cliente.

Marketing Digital

Outro fator que auxilia nas vendas é que alguns marketplaces já possuem suas ações de marketing digital já estruturada, como investimento em compra de tráfego, divulgações em canais com objetivo de trazer o maior número de visitantes para o site,ou seja, neste ponto você não precisaria se preocupar com a compra de mídia, como os e-commerce geralmente se preocupam.

Porém vale se atentar que quando você anuncia os seus produtos dentro do marketplace, precisa seguir algumas regras pré estabelecidas, tais como formas de anúncios, limites de caracteres, etc.

OBS: Alguns marketplaces cobram um valor fixo para anunciar o produto, o Mercado Livre é um exemplo. Sendo que quanto maior o seu plano, melhor o seu posicionamento dentro do ambiente do marketplace.

Qual é a diferença entre um marketplace e um e-commerce?

Uma dúvida muito comum que surge quando entramos nesse tema é: qual é a diferença entre estes dois ambientes?

Primeiro ponto que acostumo a abordar é que o marketplace serve como um intermediador. Ele gera uma demanda e atrair tráfego para que comerciantes consigam realizar as suas vendas.

No caso do e-commerce é um ambiente de sua propriedade, onde você é obrigado a obter tráfego para a loja a fim de gerar as suas vendas.

Como mencionado anteriormente, o marketplace possui toda a estrutura pronta para você anunciar. Já em seu e-commerce, você deverá lidar com meios de pagamento, sistema anti-fraude, dentre outras funcionalidades envolvidas.

É possível integrar um e-commerce em um marketplace?

Sim, inclusive em alguns casos é muito comum você notar empresas que possuem sua própria loja virtual e também comercializam os produtos em marketplaces de forma integrada, ou seja, mesmo anunciando em diversos canais estas empresas possui um bom controle de estoque.

OBS: Pense de forma integrada. Caso queira utilizar as duas plataformas para obter maiores resultados, não deixe integrar ao seu sistema de estoque para que tenha o melhor controle possível.

Mais um detalhe importante é a possibilidade que as empresas podem optar em anunciar em diversos tipos de marketplace de uma só vez, isso possibilita ter um maior número de canais possíveis para venda, aumentando o ganho de acordo com as estratégias e custos envolvidos. 

Que tal exemplos de marketplaces?

Abaixo listamos alguns exemplos de marketplaces disponíveis no mercado:

Rakuten – Plataforma horizontal, onde você pode encontrar diversos tipos de produtos, seja de calçados, petshops, lazer ou eletrônicos.

Mercado Livre Um dos maiores marketplaces do país, ele possui diversos produtos. É possível o usuário realizar a comparação de preços, possui milhões de acessos por mês, sendo uma ótima alternativa para quem necessita de volume para vendas, além de ser uma ótima referência no mercado.

ELO7 A ELO7 é um marketplace especializado em produtos de artesanato. Também possui um grande volume de acessos, aproximadamente 4 milhões de acessos por mês.

AmazonNão podemos deixar de fora a Amazon. A gigante atua fortemente no marketplace, sem dúvidas um dos maiores marketplaces do mundo.

Resumo

Se você pretende expandir os canais de venda de sua empresa e aumentar o volume de pedidos, é essencial que considere integrar sua loja a um marketplace.

Porém antes de realizar as integrações nos mais diversos marketplaces disponíveis no mercado, avalie as formas de comissionamento que os mesmos cobram, prazo de entrega, dentre outras informações que você deverá incluir em seu planejamento estratégico e tomar a melhor decisão possível.

Gostou do conteúdo?

Deixe seu comentário no formulário abaixo.

Responderemos o mais breve.

Um grande abraço.