Por que fazer um e-commerce B2B?

Tempo de leitura: 5 minutos

Já pensou em utilizar o seu e-commerce como um canal de vendas para empresas?

Digamos que você possua uma fabrica de camisetas, marca própria e um e-commerce para comercializar o produto para o consumidor final. Imagine sua marca fortalecida no mercado, onde a busca por ela aumenta a cada instante.

Chega então uma nova oportunidade, expandir os seus canais de vendas. Nesse momento um e-commerce B2B entra em jogo, desta forma você não só poderá comercializar os seus produtos para o consumidor final, mas também para empresas que se interessam em revender a sua marca.

O que é B2B?

O significado de B2B é Business to Business (Negócio para Negócio), diferente do B2C Bussiness to Consumer (Negócio para Consumidor), no mercado B2B as relações são bastante diferentes, o relacionamento com o cliente deve ser totalmente customizado, a forma com que você negocia valores, formas de pagamento e as entregas entram no jogo.

Por tanto, optar em expandir seu modelo de negócios para o B2B é uma oportunidade interessante para o aumento de receita e de novos clientes em sua base, levando em consideração que o ticket médio de um cliente B2B é muito maior do que um cliente B2C pode notar uma nova forma de vender os seus produtos e de forma mais lucrativa.

Outro fator que diferencia o perfil do cliente B2B é que o consumo pelo produto é maior do que um cliente B2C. Pense no seguinte, digamos que um cliente compre em sua loja 1 camiseta com o ticket de R$ 90,00, quanto tempo ele leva para comprar novamente?

Não possui essa resposta?

Aqui vai uma dica, publicamos um conteúdo onde falamos sobre o tempo de vida de um cliente dentro de um negócio, ou melhor, dizendo o LTV (Lifetime Value) do cliente.

Caso queria entender melhor sobre o assunto, clique aqui

Agora vamos comparar com um cliente B2B. Neste caso, o cliente precisa de 2000 peças para compor sua loja física, mesmo com o preço para o cliente B2B sendo menor, vamos colocar um ticket de R$ 70,00 x 2000 =R$ 140.000,00.

Parece interessante agora?

É uma excelente forma para que expanda suas vendas!

Quais são as vantagens em ter um E-commerce B2B?

Listamos algumas das vantagens de um E-commerce B2B:

Receita

A receita sem dúvidas é um dos fatores que mais contribuem para que você pense seriamente em implementar um e-commerce B2B em seu negócio. Como pode ver no exemplo acima, calculamos a receita que poderia ser alcançada com um único cliente, obviamente os valores podem variar de acordo com os valores que você pratica e a demanda que o cliente necessita.

Recorrência

Outra vantagem é que clientes B2B possuem maior recorrência. Analisando as linhas de produto que geralmente compram, você tem a possibilidade de pensar em um formato de assinatura para que ele obtenha todo mês a mesma quantidade de produtos com valores especiais. Bom vai uma sugestão, trabalhar com alguma forma de recorrência.

Redução de CPA

Um dos maiores desafios que as empresas tem é controlar o CPA (Custo por Aquisição) de novos clientes. Clientes B2B costumam ser mais fiéis aos seus fornecedores, claro, caso sejam bem atendidos. Mais uma vantagem e optar por um e-commerce B2B.

Valorização da Marca

A valorização da marca se torna maior, pois agora aumentou sua força de vendas. Trabalhando com um canal customizado para este perfil de cliente e automaticamente ele expandindo a sua marca para as regiões onde atua.

Desafios que você enfrentará

Bom, como bem sabemos, nem tudo é perfeito e durante o caminho que você decidir percorrer terá desafios que deverão ser vencidos.

Alguns deles abaixo:

Perfil de Cliente

Lidar com perfil de clientes B2B é bastante diferente, ou seja, você precisará entender que cada um deve ser tratado de maneira customizada. Cada um deles compra de forma diferente, trabalham com valores diferentes e quantidade de produtos bem distintos, então sua plataforma precisará segmentar de acordo com o perfil de cada um.

Preços

Caso nunca tenha navegado por um e-commerce B2B, uma prática comum é não exibir o preço na pagina dos produtos. E por que isto ocorre?

Devido a venda ser customizada, não é possível padronizar os valores para todos os clientes igual aos e-commerces B2C. A plataforma precisará verificar a tabela de preços que pratica para aquele perfil de cliente e exibi-las para ele.

Formas de Pagamento

No E-commerce B2C, quando um cliente realiza uma compra, é necessário aguardar que o sistema de pagamento comprove que o pagamento foi realizado para que você possa liberar o produto.

No caso de clientes B2B o jogo muda, pois algumas empresas compram e solicitam que seja faturado daqui a 30 dias, 15 dias, varia de acordo com o modelo que o comprador trabalha.

Neste caso devemos estar preparados para oferecer as melhores formas de pagamento para nossa base de clientes.

Quantidade mínima de pedidos

De nada compensa pensarmos em um e-commerce B2B, se o nosso cliente consegue realizar somente a compra de um único produto, isto acaba não fazendo sentido. Uma prática comum é trabalhar com uma quantidade mínima para que seja possível comprar na loja.

Desta forma você garante os valores que necessita receber para que a venda seja viável.

Vendedores também atuam

Embora você tenha uma plataforma online preparada para vendas, muitas transações B2B precisam de um atendimento comercial para que possam ser tiradas determinadas dúvidas e até mesmo a equipe de vendas consiga identificar oportunidades ao interagir com o cliente.

Resumo

Como pudermos ver, e-commerces B2B são vantajosos desde que você tenha em vista como funciona todo o processo e saiba diferenciar como é trabalhar com um cliente B2C e um B2B.

Vimos também que implementar um e-commerce B2B contribui para que você possa expandir os seus canais de vendas e até mesmo obter um maior ticket em vendas.

Gostou do conteúdo?

Deixe seu comentário ou sugestão no formulário abaixo

Um grande abraço.